1- Bujão ou Botijão?
 
Ambas figuram no mini dicionário Aurélio como palavras sinônimas.
Mas é bom lembrar que bujão é uma corruptela de botijão, isto é, palavra que se corrompeu foneticamente, não raras vezes pelo uso popular.
É o caso  de milico, corruptela de militar, maraca (de Maracanã), boteco (de botequim), fusca (do carro da volkswagen), simbora (de vamos embora).
2- A nível de ou em nível de ?
 
A expressão "a nível de" foi um modismo e deve ser evitada.
A expressão correta é "EM NÍVEL DE" que só pode ser usada em circunstâncias que envolvam algum tipo de graduação (nível).

Exemplo:

"Essa é uma questão para ser resolvida em nível federal".
 
Nas situações em que a expressão "a nível de" é geralmente usada, pode-se substituir a mesma, facilmente, por formas adequadas:
 
A expressão "A nível de roupa, essa está muito boa para o inverno".
pode ser substituída por:
"Quanto à roupa, essa está muito boa para o inverno".
 
"O jogador levou um empurrão a nível do joelho".
pode ser substituída por:
"O jogador levou um empurrão na altura do joelho".
 
PS: Acabei de ouvir uma nutricionista dizendo que "...devemos consumir legumes com muitas cores, que nos fornecem muitos benefícios, A NÍVEL DE nutrientes."
 
 
Créditos => Menu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
...............