Como é mesmo ?
  Confusão entre tu e você.

 1- Quando eu digo:

 -  Você quer conhecer o assunto, então leia este livro.

Você = 3ª pessoa

leia = verbo ler na 3ª pessoa do modo imperativo.

Neste caso HOUVE UNIFORMIDADE DE TRATAMENTO.

 

2- Quando eu digo:

    - Tu queres conhecer o assunto, então lê este livro.

Tu = 2ª pessoa

lê = verbo ler na 2ª pessoa do modo imperativo.

Neste caso HOUVE UNIFORMIDADE DE TRATAMENTO

 

Porém, quando eu digo:

- Você quer saber bem o assunto, então lê este livro.

- Você = 3ª pessoa

lê = verbo ler na 2ª pessoa.

 

Neste caso NÃO HOUVE UNIFORMIDADE DE TRATAMENTO.

 Enfim...

Se começarmos usando o tratamento você, o verbo só poderá ser conjugado na forma referente à terceira pessoa.

É muito comum vermos versos assim:

 Eu te amo tanto, que gostaria que você estivesse aqui agora.

Às vezes a mistura equivocada está em diferentes versos. Em outras, até na mesma linha !

A UNIFORMIDADE DE TRATAMENTO DEVE SER MANTIDA NO TEXTO INTEIRO.         

     "Embora tu e você se refiram à segunda pessoa do discurso, tu pertence à 2.ª e você pertence à 3.ª pessoa gramatical, exigindo as formas verbais e os pronomes respectivos. "

Esse erro já foi observado até em propagandas como abaixo exemplificamos:

                  "Uma antiga propaganda da Caixa Econômica Federal "dizia": "Vem pra Caixa você também!". Vem é o tu do imperativo. Para haver uniformidade, deveria ser "Venha pra Caixa você também!" "

 

 

Créditos => Menu
 

 

http://www.portrasdasletras.com.br/pdtl2/sub.php?op=gramatica/docs/aconfusaoentretuevoce

  

Pesquisando, aprendendo e ajudando a divulgar...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
................