Têm sido muitas as frustrações.
Vitórias tidas como certas, que não  aconteceram.
Medalhas tidas como ganhas, que não chegaram.
 
Oxalá derrotas inexplicáveis sejam motivo de reformulação, não só do esporte, mas dos donos do poder que devem apoiar tantos quantos precisam sair do país para ter alguma chance.
Esses mesmos donos do poder que na mídia comemoram feitos heróicos como se fossem responsáveis por eles.
Maurren e Cielo "lavaram a alma" dos torcedores brasileiros, ganhando ouro, para muitos inesperado.
Que nos dicionários de alguns, volte a figurar a palavra "humildade".
Para que saibam respeitar o potencial dos adversários, poupando os brasileiros de espetáculos de negligência que vimos, às vezes.
Parabéns Maurren e Cielo por nos darem essa alegria.
A TV acabou de colocar a filha da Maurren para falar com a mãe e a menina, em sua inocência, disse:
"Eu quelia pata"!
Mas foi ouro menininhaaaaaaaaaa!!!!
Acima até das medalhas, queremos garra e compromisso!
Como tiveram Maurren Maggi e César Cielo!
Nosso carinho e admiração a vocês!
Obrigada!

 

imagens e midi obtidas em grupos de troca

22/08/2008_Sampa

.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

...................