.htm
 

 

 

 
 

O clássico conta a história da atrevida Scarlet O'Hara, vivida pela atriz Vivien Leigh, tendo como pano de fundo a Guerra Civil Americana, quando fortunas e famílias foram destruídas, e sua relação de ódio e amor com Rhett Buttler (vivido por Clark Gable). Ele é um aventureiro que com ela acaba produzindo cenas clássicas de conflito e amor.
 
Assim, basicamente, o filme "E o Vento Levou" narra a trajetória de Scarlett O'Hara (Vivien Leigh), uma mulher rebelde e decidida que sobrevive à Guerra Civil americana e luta para defender sua terra (Tara) e para conquistar o amor de Rhett Butler (Clark Gable).
É notável o número de frases que o filme consagrou, dentre as quais, em uma tradução livre, temos:
.  "Francamente, minha querida,não dou a mínima" foi considerada a frase mais marcante do cinema, dita por Clark Gable no filme. Arrogante e sarcástico, Rhett sabe como deixar uma mulher zangada...e apaixonada.
. "Jamais passarei fome outra vez', quando Scarlet ficou praticamente na miséria causada pelos yankees aos sulistas.
. "É a única coisa pela qual se vale a pena viver', em relação à Tara (plantação rica e próspera na Geórgia) dita pelo pai de Scarlet.
. "Amanhã será outro dia", frase que melhor representa a heroína na luta pelos seus sonhos, pela recuperação de tudo que perdeu e pela sua determinação.

"... Tara! ... Lar.  Irei para o meu lar e pensarei numa forma de tê-lo de volta!  Afinal, amanhã é um novo dia!"

Na última cena, Scarlett aparece sozinha, debaixo de uma enorme árvore de Tara a silhueta de uma heroina forte e guerreira, que não se abate com a derrota.

- Recebeu 10 Oscars: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Vivien Leigh), Melhor Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel), Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia Colorida, Melhor Edição e Melhor Roteiro, além um Oscar honorário para William Cameron Menzies e um Oscar técnico, para Don Musgrave.

- Recebeu ainda outras 5 indicações ao Oscar: Melhor Ator (Clark Gable), Melhor Atriz Coadjuvante (Olivia de Havilland), Melhor Som, Melhor Trilha Sonora e Melhores Efeitos Especiais.

O filme (1939) foi baseado em um romance escrito entre 1926 e 1929 por Margaret Mitchel.

A inesquecível música é de Max Steiner

Vale a pena ver ou rever!

"Por ser ao mesmo tempo antigo e tão atual, o filme nos mostra que existem momentos e existem pessoas que o vento nunca levará."

     

site oficial

 www.franklymydear.com

Outras Fontes

http://www.adorocinema.com/filmes/vento-levou/vento-levou.asp

http://pt.wikipedia.org/wiki/E_Tudo_o_Vento_Levou

 
pesquisa e formatação
reginaLU
agosto_2007
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.................................